top of page

Antônio Zeni comenta os desafios em sua carreira de ator

Atualizado: 23 de mai. de 2023

“Dar vida a personagens tão diferentes, com diversas realidades em épocas da história contemporânea distintas, é incrível e enriquecedor. Essa é a magia de tudo isso!”



Quando assistimos a uma cena, seja em uma novela, filme, série ou teatro, muitas vezes nos conectamos com algum personagem. Por trás dessas conexões existe todo um trabalho por parte dos atores, para que cada personagem possa ser "real" para o público. O ator Antônio Zeni comenta sobre esse processo e como isso ajudou na criação de seus personagens:

“Essa parte de criação do personagem é uma das mais importantes e divertidas da profissão. A cada personagem tenho a oportunidade de aplicar tudo o que aprendi em workshops, cursos, e aprender ainda mais com a nova experiência, além de toda troca com os atores no set. Isso me ajuda a progredir nesse processo, aproveito muito!”

 

CONTINUE APÓS A PUBLICIDADE

 



O ator tem vários papéis onde essa preparação foi fundamental para a caracterização do personagem, como seu papel em “O Caminho de Hans” , onde fez o protagonista da história e precisou aprender um sotaque novo e palavras de um idioma bem diferente do nosso:

“Interpretando o Hans gravei todas as cenas com sotaque alemão. Houve todo um trabalho de consultoria fonética e aprendi algumas palavras em alemão.”

Antônio em “Perseguição e Cerco a Juvêncio Gutierrez” (Foto: Reprodução)


Em “Perseguição e Cerco a Juvêncio Gutierrez” (estreia prevista para o próximo ano) - Um filme sobre o rito de passagem da adolescência para a vida adulta, deu vida a Marcelo (protagonista), e neste papel a preparação de ator foi essencial, em especial nas cenas com animais:


“Tive que aprender a tocar cavalos para que em cena pudessem sair na direção correta marcada pelo diretor. Todo esse trabalho feito com os cavalos foi muito legal. Também achei muito interessante a construção emocional do Marcelo, ele pass