top of page

Cannes Lions abre inscrições para 2024

O valor de 1 milhão de euros em passes gratuitos proporcionará às comunidades sub-representadas e carentes acesso ao Festival



O Estadão, representante oficial do Cannes Lions Festival Internacional de Criatividade no Brasil, anunciou esta semana que o Cannes Lions está lançando sua 71ª edição, que será realizada de 17 a 21 de junho de 2024 em Cannes, na França. Entre as inovações planejadas para o próximo ano, uma variedade de novas iniciativas e tipos de passes proporcionarão um equilíbrio de oportunidades para que todos possam participar do Festival em junho.


Em uma nova iniciativa que prioriza o apoio a comunidades sub-representadas e carentes para participar do Festival, qualquer organização poderá se candidatar a passes gratuitos, com prioridade para instituições de caridade registradas, organizações sem fins lucrativos e organizações de propriedade diversificada. No total, serão fornecidos passes gratuitos no valor de 1 milhão de euros, com alocações baseadas em um sistema de pontuação de elegibilidade. Frank Starling, diretor de DEI da LIONS, disse:


"Trata-se de promover a equidade e aumentar a acessibilidade para que todos na comunidade criativa global tenham a oportunidade de participar e se beneficiar das possibilidades de progresso que o Cannes Lions traz, tanto em nível pessoal quanto comercial".

As inscrições para a iniciativa serão abertas em dezembro.


 

CONTINUE APÓS A PUBLICIDADE

 



Outras opções de passes serão oferecidas para 2024. Entre elas está o Start-Up Pass, que oferecerá a pequenas empresas e indivíduos a oportunidade de acessar o Festival. Um novo Connector Pass também estará disponível para os participantes focados em networking. Simon Cook, CEO da LIONS, disse: "Estamos constantemente desenvolvendo a oferta do Cannes Lions para atender às necessidades em constante mudança do nosso público diversificado.


Temos o compromisso de oferecer maior acesso ao Cannes Lions e atender às diferentes necessidades e circunstâncias de nossa comunidade global".