top of page

Cuba recebe festival exclusivo de cinema brasileiro neste sábado

Festival, parceria entre a Embaixada do Brasil em Cuba, a EICTV e a Linhas Produções Culturais, reúne 7 longas-metragens e 3 curtas brasileiros de 17 a 25 de fevereiro


Por REDAÇÃO


Cuba recebe festival exclusivo de cinema brasileiro neste sábado (Foto: Divulgação)

A Embaixada do Brasil em Cuba e a EICTV, em parceria com a Linhas Produções Culturais, realizam entre 17 e 25 de fevereiro, em Havana, a Semana do Cinema Brasileiro: do Livro à Imagem. O programa tem origem na distinção conferida ao Brasil como convidado de honra da 32ª Feira Internacional do Livro de Havana, de 8 a 18 de fevereiro. Por isso, a programação é baseada nas diversas origens literárias dos filmes selecionados, desde uma adaptação teatral, um conto ou mesmo uma canção. As exibições acontecem no Cine 23 y 12, em Havana.

 

Ao todo, são 7 longas-metragens e 3 curtas brasileiros contemporâneos. Os filmes de ficção serão exibidos em sessões com curtas da San Antonio Film School, incluindo uma mostra LGBTQIA+. A sessão inaugural será realizada no sábado, dia 17, às 17h, com o filme O Beijo no Asfalto, de Murilo Benício. Baseado na peça homônima de Nelson Rodrigues, o longa se desenvolve a partir de um atropelamento. Ao presenciar a cena, um bancário recém-casado tenta ajudar a vítima, mas o homem, quase morto, faz um último pedido: um beijo. O ato é observado pelo sogro e fotografado por um repórter policial. No elenco há grandes artistas brasileiros como Fernanda Montenegro, Lázaro Ramos, Débora Falabella, Augusto Madeira, Otávio Muller e Marcelo Flores.

 

 

CONTINUE APÓS A PUBLICIDADE

 

O Festival traz ainda os longas Eduardo & Mônica, de René Sampaio, inspirado na canção homônima de Renato Russo, que marcou o rock brasileiro nos anos 80, O Livro dos Prazeres, de Marcela Lordy, a partir da obra de Clarice Lispector, e Clube dos Anjos, de Angelo Defanti, baseado em conto de Luís Fernando Veríssimo. Completam a mostra Tia Virgínia, de Fabio Meira, Marighella, de Wagner Moura, e Saudade fez Morada Aqui Dentro, de Haroldo Borges.

 

Para o embaixador do Brasil em Cuba, Christian Vargas, a retomada das ações em conjunto é um movimento natural que marca os laços históricos e culturais dos dois países. “Somos imensamente agradecidos por nossa participação na Feira Internacional de Livro como convidados de honra do evento. E nesse contexto, é extraordinária a iniciativa de realizar um festival de cinema com filmes brasileiros contemporâneos, muitos dos quais premiados nacional e internacionalmente e com inspiração em obras literárias em sua maioria”, afirma.

 

CONTINUE APÓS A PUBLICIDADE

 

Segundo Fernanda Bulhões, diretora da Linhas Produções Culturais, além de resgatar laços históricos, a exibição de filmes brasileiros em Havana vai mostrar ao público cubano uma pequena mostra atual do que o cinema brasileiro produziu de melhor nos últimos anos. “Cuba, por meio da EICTV, é referência mundial no ensino de cinema e ao longo das três últimas décadas atuou de maneira singular para impulsionar o cine latino-americano no mundo. Por tudo isso é uma honra imensa levar nossos filmes ao público cubano”, ressalta.

 

Para ela, a seleção de filmes dessa mostra tem o equilíbrio de mostrar a variedade de estilos do cinema contemporâneo brasileiro e os diversos olhares sobre temas tão sensíveis, sejam históricos ou baseados em fatos reais e mesmo na ficção das obras da literatura ou da música.

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page