top of page

Daiana Garbin e Tiago Leifert promovem a 2ª edição de “De Olho nos Olhinhos” em 36 cidades

Atualizado: 17 de set. de 2023

Eventos de conscientização ocorrerão em 16 e 17 de setembro com a presença de voluntários médicos e outros profissionais de saúde


Crédito: Danilo Borges


Nos dias 16 e 17 de setembro, Daiana Garbin e Tiago Leifert promoverão a campanha "DE OLHO NOS OLHINHOS" com o objetivo de conscientizar e alertar sobre o retinoblastoma, um tumor ocular que acomete crianças entre 0 e 5 anos. A filha do casal, Lua, hoje com quase 3 anos, foi diagnosticada com retinoblastoma quando tinha 11 meses e ainda está em tratamento. A falta de informação sobre a doença levou o casal a criar a campanha com o intuito de promover o diagnóstico precoce e a saúde ocular na infância.


Tiago e Daiana descobriram o retinoblastoma quando ele já estava num grau considerado avançado. “O que mais gostaríamos era de estar navegando na internet e ter tido acesso a um vídeo de um casal dizendo o que está acontecendo com a filha deles”. O vídeo postado pela família Leifert no Instagram, em janeiro de 2022, comoveu milhões de brasileiros.


“Queremos que as famílias consigam chegar ao diagnóstico antes do que nós conseguimos, e por isso é fundamental divulgar informação e ficar de olho nos olhinhos”, afirma Tiago.


Daiana Garbin alerta:


“Ficar atento a sinais como um reflexo branco, o "olho de gato”, e estrabismo é fundamental para ajudar a detectar não só o retinoblastoma, mas várias outras doenças. O diagnóstico precoce pode salvar a visão e a vida dos nossos filhos”.

 

CONTINUE APÓS A PUBLICIDADE



 


De acordo com dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA) há entre 200 a 250 casos novos por ano no Brasil, 7.500 a 8 mil no mundo, e a grande preocupação é o diagnóstico tardio.

No Hospital do GRAACC há de 12 a 15% de retinoblastoma extraocular, o que significa um tumor avançado. A Dra. Carla Macedo, oncologista pediátrica do GRAACC explica:


"Quando diagnosticado precocemente, e tratado em centros de referência, a chance de cura é de 90%, mas a grande preocupação é quando o câncer já saiu do olho, o que chamamos de metástase. Quanto mais cedo identificar a doença, maior é a chance de cura".

Segundo o Ministério da Saúde, o Sistema Único de Saúde (SUS) oferece atendimento, assistência, diagnóstico, tratamento e acompanhamento dos casos de retinoblastoma, de forma integral e gratuita.

 

CONTINUE APÓS A PUBLICIDADE



 

Para o Dr. Cristiano Caixeta Umbelino, presidente do Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO), todas as crianças precisam ser submetidas ao teste do olhinho no primeiro mês de vida, idealmente no berçário da maternidade. É preciso conscientizar as famílias sobre a importância da consulta oftalmológica de bebês e crianças pequenas.


“Muitas crianças vão ao oftalmologista pela primeira vez na idade de alfabetização, o que está longe do ideal e permite que doenças oculares não sejam precocemente diagnosticadas e tratadas. Além do retinoblastoma, outros problemas oculares podem se desenvolver silenciosamente na infância”.

Para o Dr. Clóvis Francisco Constantino, presidente da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), a visão é uma janela para o mundo, influenciando o desenvolvimento cognitivo e emocional.


“Durante as consultas de puericultura, a saúde ocular deve ser uma das mais importantes prioridades. Problemas não diagnosticados precocemente podem afetar o crescimento saudável e, por isso, a SBP apoia esta iniciativa, reforçando a importância de cuidados precoces e contínuos com a visão de nossas crianças”.
11 visualizações

Yorumlar

5 üzerinden 0 yıldız
Henüz hiç puanlama yok

Puanlama ekleyin
bottom of page