top of page

Instituto HEINEKEN, CUFA e The Town se unem em projeto de formação e capacitação de jovens moradores

100% do valor arrecadado com a venda de Heineken 0.0 na primeira edição do The Town será destinado a formação de audiovisual e IA em favelas da capital Paulista



A menos de uma semana de abrirem as portas da primeira edição do The Town, o Instituto HEINEKEN, em parceria com a Heineken®, patrocinadora master do festival, já começa fazendo história se unindo à Central Única das Favelas (CUFA) em uma ação que procura contribuir para transformar o futuro de jovens em situação de vulnerabilidade. O valor arrecadado com a venda de Heineken 0.0 ao longo dos cinco dias do festival será destinado a capacitação criativa audiovisual de jovens moradores das favelas de São Paulo. Os 60 jovens já foram pré-selecionados pela agência de audiovisual Favela Filmes que, dado sua expertise na área, ficou responsável pela estruturação e gestão do curso.


“Já temos uma parceria de longa data estabelecida com o Rock in Rio e, a cada ano, avançamos nossa presença refletindo nossa estratégia de colocar ESG no centro do negócio. No último ano, trabalhamos com o Rock in Rio a circularidade dos copos utilizados durante o festival, abastecemos o evento com placas de energia solar que foram doadas ao Parque Olímpico após o evento e implementamos uma microfloresta no local como legado de nossa atuação. Iniciar uma parceria com o The Town expandindo este cuidado também para o desenvolvimento social e inclusão produtiva de jovens em situação de vulnerabilidade é fundamental para garantir que estamos sempre evoluindo e trabalhando em prol do nosso objetivo de contribuir com a transformação da sociedade por meio do equilíbrio”, comenta Mauro Homem, vice-presidente de Sustentabilidade & Assuntos Corporativos do Grupo HEINEKEN e idealizador do Instituto HEINEKEN.

 

CONTINUE APÓS A PUBLICIDADE

 

Com a duração de três meses, o curso de quatro turmas se inicia em 11 de setembro e os módulos começam com introdução à inteligência artificial (IA), abordando conceitos básicos e usos na vida cotidiana, evoluindo para o uso da IA no audiovisual, partindo depois para o reconhecimento facial e para a componente técnica de captação, edição, cortes e demais atributos das filmagens. É uma experiência que proporciona conhecimentos técnicos e teóricos, culminando na apresentação de projeto de conclusão pelos alunos e alunas.


“O audiovisual é uma área de atuação profissional muito promissora atualmente, poder oportunizar jovens de favela ingressar nesse meio, não traz só a possibilidade da geração de trabalho e renda, como também empodera esses jovens, que através das suas experiências cotidianas nesses territórios tão plurais, potentes e diversos, poderão produzir e apresentar como resultado, narrativas mais legítimas sobre a favela e seus valores” diz Kalyne Lima, presidente da CUFA Nacional.


“Essa iniciativa marca o início de uma parceria, acredito que será a primeira de muitas. É extremamente importante para a sociedade marcas com a grandiosidade do Instituto HEINEKEN olhar para a favela e junto com a CUFA formar novos profissionais para o mercado de trabalho”, diz Marcivan Barreto, presidente da CUFA São Paulo.

 

CONTINUE APÓS A PUBLICIDADE

 

“Conectar marcas potentes como a Heineken e a CUFA e estimular o cuidado e o investimento no nosso entorno, enquanto alimentamos o nosso público de energia e esperança na Cidade da Música, faz parte do nosso propósito. Quanto melhor estiver nossa Cidade, melhores são os empreendimentos que nela acontecem”, afirma Roberta Medina, Vice-presidente de Reputação e Marca da Rock World, empresa que criou e organiza o The Town e o Rock in Rio.

A iniciativa tem também como objetivo conscientizar os jovens para o consumo responsável e, nesse sentido, a versão zero álcool da marca Heineken® estará presente em todos os pontos de venda do festival, ampliando sua disponibilidade e possibilitando que os consumidores participem da mudança social e comportamental que o Instituto HEINEKEN quer fomentar.

10 visualizações

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page