top of page

Orquestra Sinfônica celebra o Dia Internacional da Mulher com "Elas na Ópera"

Concerto acontece neste domingo, 12 de março, às 18h, no Teatro Municipal Castro Mendes



Próximo domingo (12), em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, a Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas realiza concerto neste domingo, 12 de março, às 18h, no Teatro Municipal Castro Mendes, com trechos de óperas célebres do repertório clássico e romântico, num festival de obras que marcaram a história da música. O Concerto “Elas na Ópera” tem entrada franca.


São árias de doze grandes óperas sob a batuta da maestra Priscila Bomfim e interpretadas pela soprano Maria Carla Pino Cury e pela mezzo-soprano Denise de Freitas. O repertório vai de Mozart a Saint-Säens, passando por Gounod, Verdi, Delibes, Offenbach, Bizet e Strauss II. Um verdadeiro espetáculo operístico, com o melhor de cada título.


Os ingressos para o concerto “Elas na Ópera” estão disponíveis em teatrocastromendes.com.br e na bilheteria do próprio teatro, de quarta-feira a sábado, das 16h às 21h, e no domingo, a partir das 16h. Os ingressos adquiridos em ambas as plataformas têm validade às 17h30, podendo, após este horário, serem repassados pelo teatro.


 

CONTINUE APÓS A PUBLICIDADE

 

Maestra Priscila Bomfim


A pianista é maestra assistente no Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Além de seu reconhecido trabalho como pianista, desenvolve carreira como regente, tendo sido a primeira mulher e diretora musical a reger óperas da temporada do Theatro Municipal. Participou de cursos de regência no Brasil e exterior, sob a orientação dos maestros Leonid Grin (Chile), Alexander Polianychko (Rússia), Fabio Mechetti, Abel Rocha, Isaac Karabtchevsky (Brasil), Neeme Järvi e Paavo Järvi (Estônia).

Nascida em Portugal, onde venceu seu primeiro concurso, de piano, aos nove anos de idade, estudou na Universidade Federal do Rio de Janeiro, graduou-se em Piano com o título máximo summa cum laude, em Regência Orquestral, e concluiu o seu Mestrado em Performance em Piano com um relevante trabalho sobre Leitura à Primeira Vista ao Piano.

Maria Carla Pino Cury, soprano

Com uma técnica vocal excepcional e uma opulência de timbres rara para esta gama, a soprano-coloratura brasileira-chilena Maria Carla Pino Cury está construindo uma ótima reputação no cenário musical internacional.

A jovem canta em toda a Europa, bem como em sua terra natal, a América do Sul. Apareceu no Centro Europeu de Música Krzysztof Penderecki na Polônia, no Festival de Música de Rheingau na Alemanha e na Itália, sob a batuta de Gustav Kuhn. No Brasil, foi convidada pelas Orquestras Sinfônicas da Paraíba e de Campinas e atuou no International Virtuosi Festival. No Chile, colaborou com a Orquestra Sinfônica de Concepción no marco da Convenção Lírica do Chile, recebendo prêmio por suas realizações no exterior.

De 2018 a 2020, Maria Carla foi membro do Opera Studio da Deutsche Oper am Rhein, Düsseldorf-Duisburgo. Seus papéis incluíam, entre outros, Oberto em Alcina de Handel, Tebaldo em Don Carlo e o Page em Rigoletto de Verdi, The Sandman em Hänsel und Gretel de Humperdinck, A Rainha da Noite e Papagena em Die Zauberflöte für Kinder, bem como A Princesa em A Rainha da Neve de Marius Felix Lange (papel que posteriormente cantou na Ópera de Bonn).

 

CONTINUE APÓS A PUBLICIDADE

 



Denise de Freitas, mezzo-soprano

Com apresentações nos mais renomados Teatros e Salas do Brasil, Denise tornou-se intérprete dos grandes personagens para a voz de mezzo-soprano, somando-se a eles em 2021 e 22, Romeo de “I Capuleti e I Montecchi”, de Bellini, Anna de “Sete Pecados Capitais”, de Kurt Weil e Príncipe Orlofsky de “Die Fledermaus”, de Strauss. Ao longo dos seus 30 anos de trajetória, é detentora de diversos prêmios, como o da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA, 2017) e de Carlos Gomes, nos anos de 2004, 2009 e 2011. A convite do Ministério das Relações Exteriores, viajou a Tel Aviv, Budapeste, Berlim e Copenhague, representando a música e a cultura do Brasil, dedicando-se integralmente às obras de Villa-Lobos. Gravou, ainda, a Sinfonia nº 8, II Movimento, de Claudio Santoro, sob regência de Neil Thomson. Ao trabalhar com renomados maestros, acumula um extenso repertório sinfônico, incluindo obras de Mahler, Wagner, Brahms, Ravel, Respighi, Händel, Falla, Verdi e Rossini.

Serviço

Concerto “Elas na Ópera”

Dia e hora: Domingo, 12 de março, 18h

Local: Teatro Municipal Castro Mendes

Rua Conselheiro Gomide, 62 - Vila Industrial, Campinas


Ingressos disponíveis em teatrocastromendes.com.br e na bilheteria do teatro:

Quarta a sábado: 16h às 21h

Domingo: 16h até o início do concerto

*Ingressos adquiridos têm sua validade às 17h30, podendo, após este horário, serem repassados pelo teatro.

Kommentare


bottom of page