top of page

Thank You, Goodnight: A História de Bon Jovi já está disponível exclusivamente no Star+.

Com mais de quatro décadas de estrada, uma das bandas mais famosas do mundo tem sua trajetória contada na nova produção da plataforma

Thank You, Goodnight: A História de Bon Jovi já está disponível exclusivamente no Star+. (Foto: Divulgação)

Nesta sexta (26), estreou no Star+, a série documental em quatro episódios Thank You, Goodnight: A História de Bon Jovi, que leva o público em uma jornada emocionante com o icônico vocalista Jon Bon Jovi enquanto ele enfrenta uma lesão que ameaça sua carreira e confronta a possibilidade do fim de suas performances.

É compreensível que uma série documental sobre uma banda icônica como o Bon Jovi possa evocar uma variedade de emoções nos fãs e no público em geral. A história de uma banda com 40 anos de carreira, seus altos e baixos, triunfos e desafios, certamente pode ser como uma montanha-russa emocional.


A série “Thank You, Goodnight: A História de Bon Jovi” nos permite vislumbrar os bastidores da vida dessa lendária banda de rock. Desde os dias em que tocavam em pequenos clubes de Nova Jersey até os momentos de fama global, a jornada do Bon Jovi é repleta de paixão, música e, às vezes, conflitos.

Para os fãs, assistir a essa série pode ser uma experiência agridoce. Por um lado, é emocionante reviver os momentos marcantes da carreira da banda e conhecer os detalhes por trás das músicas que amamos. Por outro lado, também pode ser triste ver os desafios enfrentados pelos membros da banda, as tensões internas e as incertezas sobre o futuro.

Independentemente das emoções que a série desperte, é inegável que o Bon Jovi deixou uma marca indelével na história da música. Suas canções continuam a ressoar com gerações de fãs, e sua jornada é uma inspiração para todos os artistas e amantes da música.

Thank You, Goodnight: A História de Bon Jovi já está disponível exclusivamente no Star+. (Foto: Divulgação)

Comments


NOVIDADES

Evento interativo Disney+ chega ao Iguatemi Campinas