top of page

Série documental “Viver é Raro” com debate sobre doenças raras estreia nesta sexta (31) no Globoplay

Atualizado: 10 de jun. de 2023

Serão sete episódios emocionantes que apresentarão diferentes doenças raras e que esperam conscientizar a sociedade sobre o tema que merece acolhimento e atenção



Nesta sexta (31), estreia no Globoplay a série 'Viver É Raro' sobre doenças raras que foi realizada pela Casa Hunter - Associação Brasileira dos Portadores da Doença de Hunter e Outras Doenças Raras.


Com realização Casa Hunter e coprodução independente VBrand e Cine Group, a obra mostra a realidade de pessoas que convivem com condições raras, compartilhando seus sonhos e desafios no cotidiano.


 

CONTINUE APÓS A PUBLICIDADE

 

De acordo com a OMS, existem cerca de 7 mil doenças raras catalogadas globalmente, sendo que 80% afetam crianças e 30% delas não chegam aos 5 anos de idade. No Brasil, é estimado que mais de 13 milhões de pessoas convivam com alguma dessas condições. A jornada desses pacientes e suas famílias é marcada por muitos desafios desde o início dos sintomas e se estende muito além do diagnóstico final, que pode

levar até dez anos para ser concluído. Ao mesmo tempo, são vidas repletas de sonhos e desejos genuínos por uma existência íntegra. Com histórias que relatam o dia a dia dessas pessoas, a série documental “Viver é Raro” conta a trajetória de sete pessoas, com realidades e condições de saúde distintas, em sua busca particular por uma vida plena, digna e livre de preconceitos. A produção é uma realização da Casa Hunter, com direção artística de Sérgio Raposo e coprodução de VBrand e Cine Group, e estará disponível no Globoplay a partir do dia 31 de março.