top of page

Estrelado por Joaquin Phoenix, ‘Napoleão’ é indicado em três categorias do Oscar

O longa pode ser conferido em operadoras de TV e lojas virtuais para aluguel e compra



Divulgação: Sony Pictures Home Entertainment

‘Napoleão’, dirigido por Ridley Scott, está concorrendo a três categorias do Oscar® 2024. Com Joaquin Phoenix interpretando o auto-proclamado imperador da França, uma das figuras mais importantes e controversas da história, o longa foi indicado nas categorias de “Melhor Figurino”, “Melhor Direção de Arte” e “Melhores Efeitos Visuais”.


O épico de Ridley Scott relata a ascensão e queda do controverso imperador francês - considerado por muitos um tirano, um herói, conquistador e líder. Para além de sua reputação nos campos de batalha, o filme mostra a perspectiva da relação volátil e intensa de Napoleão Bonaparte com sua amada Josephine, vivida pela atriz indicada ao Oscar® Vanessa Kirby. 


 

CONTINUE APÓS A PUBLICIDADE

 


Napoleão é um épico de ação que detalha a ascensão e queda do icônico Imperador francês Napoleão Bonaparte, interpretado pelo ganhador do Oscar®, Joaquin Phoenix. Com a direção arrebatadora do lendário Ridley Scott, o filme captura a incansável jornada de Bonaparte pelo poder, a partir de sua relação viciante e volátil com seu verdadeiro amor, Josephine, mostrando suas táticas militares e políticas visionárias em algumas das mais dinâmicas sequências de batalhas já filmadas.


 

CONTINUE APÓS A PUBLICIDADE

 

Além de impressionantes sequências de batalhas, ‘Napoleão’ traz detalhes da vida pessoal de Bonaparte que o influenciaram na política e no amor. Com sequências de ação de tirar o fôlego, o longa retrata os seus famosos confrontos, como o Cerco de Toulon, a Batalha de Austerlitz, e a Batalha de Waterloo - da qual saiu derrotado para o exílio na Ilha de Santa Helena.


Dirigido por Ridley Scott e escrito por David Scarpa, o longa tem a produção assinada por Scott, Kevin J. Walsh, Mark Huffam e Joaquin Phoenix.


A produção executiva é de Raymond Kirk, Aidan Elliott e Michael Pruss.